CTC - Projetos

 

IPTraf

O IPTraf é uma ferramenta que, a partir de uma infraestrutura montada para a coleta de dados efetuada na Rede-Rio, disponibiliza através de uma interface web amigável, dados e estatísticas sobre tráfego em backbones IP.

O IPTraf serve como fonte de consulta à comunidade científica e às empresas que utilizam backbones IP, no que diz respeito a caracterização de tráfego, oferecendo uma visão prática do uso das ferramentas para obtenção de medidas diversas do tráfego em backbones IP.

Mais sobre o projeto IPTraf, além da própria ferramenta, pode ser visto no site Projeto IPTraf.

 

Anomalia

O sistema Anomalia implementa uma metodologia que permite a identificação de atividades maliciosas dos worms em redes de dados, em tempo próximo ao real, através de uma ferramenta que classifica, filtra e apresenta visualmente os eventos anômalos resultantes.

Desta forma é possível obter informações estatísticas sobre o número de propagações detectadas e com estas prover uma visão mais realística dos eventos de propagação de worms que diariamente ocorrem no backbone, além de automatizar processos praticados pelos gerentes de segurança na tentativa de controle de incidentes.

Para mais informações consulte a página do projeto: Projeto Anomalia

Consulte também as dissertações relacionadas ao projeto nos seguintes links: Dissertação ClaudiaDissertação JoséDissertação Vander

 

Previsão de Tráfego

Este trabalho apresenta uma metodologia baseada em séries temporais, com uso do modelo matemático de previsão ARIMA e sua vertente sazonal SARIMA, bem como a caracterização do tráfego observado. O trabalho utiliza dados reais coletados a partir de enlaces da Rede-Rio de Computadores/FAPERJ e Redecomep-Rio.

Mais sobre este trabalho pode ser consultado no seguinte link: Dissertação Evandro.

 

AirStrike

O AirStrike é a implementação de uma solução de segurança para redes sem fio (WLAN), baseada no padrão IEEE 802.11a/b/g, fundamentado no sistema operacional OpenBSD em conjunto com diversos outros softwares de código aberto sobre uma plataforma i386.

Com o AirStrike é possível gerenciar redes sem fio com segurança e confiabilidade, tendo a certeza de que somente usuários autorizados terão acesso à infra-estrutura de rede e suas mensagens não poderão ser interceptadas.

Para mais informações consulte a página do projeto: Projeto AirStrike

 

TraViS-QoS

Plataforma de Acesso Seguro a Vídeo sob Demanda para Dispositivos Móveis sem Fio com Garantiade Qualidade de Serviço.

Para mais informações consulte a página do projeto: Projeto TraViS-QoS

 

Strike BSD

Gerenciador de Firewall/IDS baseado em OpenBSD.

Para mais informações consulte a página do projeto: Projeto Strike BSD